quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Provérbios 18.22

Reflexão de uma passagem em Provérbios pelo Pr. Enrico. Um pouco do que a Bíblia fala a respeito do casamento. Achei interessante a colocação do jovem pastor, e creio que seja bom compartilhar!
"Quem encontra uma esposa, encontra algo excelente; recebeu a bênção do Senhor".
O casamento é algo especial, e tem de ser, pois foi inventado por Deus. O casamento trabalha aspectos da vida que normalmente não são trabalhados numa pessoa solteira (não estou dizendo com isso que o solteiro seja menos especial ou mais espiritualmente imaturo). O casamento une dois pecadores que disseram "sim" no mesmo ambiente. Sendo assim, são dois pecadores vivendo no mesmo teto.
Como então, você pode dizer que o casamento é algo muito especial se envolve dois pecadores?
1. O ambiente do casamento, justamente por causa da nossa pecaminosidade, proporciona oportunidades de exercitarmos vários aspectos da vida cristã diariamente: Perdão, misericórdia, amor, bondade, altruísmo, contentamento, honestidade - para alguém que vai fazer a mesma coisa errada contra o outro, inúmeras vezes.
2. O caminhar junto, apesar das ofensas e pecados contra o cônjuge, é uma ótima analogia do nosso relacionamento com Deus - O homem peca, peca, peca, peca... mas sempre que o reconhecimento do erro e o pedido de perdão acontecem, Deus derrama sua misericórdia, nos perdoa e nos purifica (1 João 1.9 "Se confessarmos os nossos pecado, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda injustiça"). Deus não leva em consideração as ofensas passadas e diz: "Cansei!"
Isso nos ensina a ser mais compreensivos, compassivos e perdoadores.
Mas o texto de hoje, enfatiza a esposa e seu papel essencial dentro do casamento. Deus criou a esposa para auxiliar o homem. Muita gente (erradamente) entende isso como um "rebaixar" da mulher. Isso não poderia estar mais longe da verdade. O termo usado para "auxiliadora" em Gênesis 2.18 "E disse o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora idônea para ele"; designado para a mulher, é usado novamente na Bíblia para descrever o próprio Deus (Salmos 30.10 "Ouve, Senhor, e tem piedade de mim, Senhor; sê o meu auxílio"). A função designada por Deus à mulher é de auxiliar o líder no seu lar - e creio que o versículo de hoje fala exatamente sobre isso. Esta exelência (no papel de esposa) é algo que tem que ser buscado diariamente pelas mulheres, de acordo com a Palavra de Deus. Buscar ser uma esposa excelente é alvo muito piedoso, que trará glórias ao nome do Senhor.
Entretanto, pode ser que a esposa não queira esta excelência (desejada por Deus). O Resultado? A mulher que não é uma bênção para o seu marido (Provérbios 21. 9 e 19 "É melhor morar num canto de telhado do que ter uma companheira em casa ampla com uma mulher briguenta" - "É melhor morar numa terra deserta com uma mulher rixosa e irritadiça") - aquela que não o auxilia é uma fardo (isso mesmo) para ele. Isso pode acontecer sempre que a vontade pessoal (no caso dela) for colocada acima da vontade de Deus, e do casal (como unidade) - é claro que o mesmo pode acontecer com o marido, mas o versículo de hoje trata sobre a esposa.
Termino agradecendo a Deus pela esposa tão especial com quem Ele me permitiu casar - alguém que ora por mim, que se preocupa em me ajudar nas minhas fraquezas espirituais, que procura ser compreensiva diante dos desafios pessoais que tenho como pastor e marido - enfim, uma auxiliadora.
Pr. Enrico
P.S. recomendo muito o livro "Quando pecadores dizem "Sim", Dave Harvey
Um lar que vive com o Senhor na direção, há paz, equlíbrio e bom senso para dministrar as controvérsias.
Que o Senhor no ajude!
Deus abençoe.

Nenhum comentário: