quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Vida de Dona de Casa X | Cidadã do Céu I

Em Provérbios 31, muito é revelado sobre as mulheres; o livro é encerrado com a descrição de uma mulher de caráter, grande sabedoria, muitas habilidades e grande compaixão.
Essa mulher tem mil e uma utilidades! Sempre que lia essa passagem na Bíblia e em outros livros, me sentia "meio que inútil" diante de tanta desenvoltura da mãe do Rei Lamuel. Como pode?  "A mulher perfeita!"; aquilo estava tão distante da minha realidade... Queria me esforçar ao máximo para dar uma referência à minha família. Haja amor, disciplina, boa vontade, disposição, força, vigor, bom humor em todo o tempo e blá, blá, blá... Quando minha secretária do lar faleceu, foi duplamente difícil; primeiro estava acostumada com ela, a pessoa dela, e sofri; outro fator que me atingiu, mesmo estando à frente da casa mas com aquela ajudadora, foi me sentir perdida e com uma casa "nas costas" sozinha e muita dificuldade para achar outra pessoa. Naquela época, peguei um livro que ganhei de presente, estava no criado-mudo encostado, esperando a sua hora e comecei a ler: "Bela aos olhos de Deus" de Elizabeth George. Aquele momento foi exato para aquela leitura, me sustentou para prosseguir; a autora faz uma imersão no capítulo 31 de Provérbios, e nos chama a atenção de valores tão esquecidos na sociedade moderna em que há outras preocupações distantes na maioria das vezes daquilo que o Senhor tem reservado para nós. Não estou falando que temos que ser a dona de casa exemplar, abnegada e servil, o que quero chamar atenção, é: Onde o Senhor quer que coloquemos as nossas prioridades? Como devemos nos doar à nossa família? 
Deus nos apresenta uma mulher que além de ser excelente dona de casa, esposa e mãe zelosa, fabrica, importa e vende produtos, faz tapeçaria e confecciona roupas para sua família, gerencia seus recursos financeiros, compra e vende imóveis, planta e colhe sua lavoura. Porém sua força e dignidade não vêm de suas surpreendentes realizações; são o resultado de sua reverência a Deus.
A mulher de Provérbios me trouxe uma inspiração sobre a minha "Vida de Dona de Casa": Eu tenho que ser tudo o que eu puder ser. Talvez não possa ser como ela, mas posso aprender com seu trabalho, atitudes e equilíbrio.
A vida está muito corrida, as dificuldades estão aí para todos, estamos sujeitos a inúmeros tipos de problemas, situações, isso é fato. A casa se torna um fardo, os filhos "desgastantes", o marido imaturo, vai saber o que se passa em cada família. Contudo, temos uma "válvula de escape, uma luz no fim do túnel" e nunca irei me calar, sempre estarei declarando as boas novas da salvação! Deus está aqui, vivo, presente com toda a sua majestade para nos ouvir e solucionar todas as pendências referente às nossas vidas. Basta tão somente pedir para que Ele revele o seu Santo Reino, sendo assim, a Fé será ampla e irrestrita. Deus te dará sabedoria para conduzir sua família, sua casa, seu trabalho, sua igreja, seus passeios, sua vida!
Benção não é?
Beijos e Deus abençoe.

Nenhum comentário: