quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Vesúvio

"Com 1.280 m de altura, ele é um dos que têm pior fama no mundo. Hoje o Vesúvio está em repouso mas não está morto, e as cidades lá embaixo não têm um plano de evacuação perfeito. Há somente uma estrada de acesso para escoar cinco milhões de pessoas, que vai para Salerno e está sempre congestionada.
A atividade sísmica e a emissão de gases do vulcão são constantemente medidas e acompanhadas por pesquisadores do Observatório Vesuviano. Mas nem os vulcanólogos mais experientes chegam a uma conclusão sobre a data provável de uma próxima erupção do vulcão. ". Veja a reportagem completa www.oglobo.oglobo.com
"Dormindo com o inimigo"
Quando a gente começa ler muitas coisas a respeito de um lugar, a imaginação vai longe, e com Pompéia não foi diferente. 
Aconteceu tudo rápido e o vulcão não deu moleza. As cidades em torno do Vesúvio nem sonhavam o que poderia acontecer. Já que estamos conhecendo um pouco mais sobre esse assunto, resolvi me estender para finalizar com essa história do vulcão.
- Miceno: Há 30 km de Pompéia, era a cidade de veraneio do romanos ricos. Foi dali que Plínio, o jovem (de onde documentou tudo em cartas ao amigo Tácito), acompanhou a erupção. Foi atingida pelos tremores de terra e pelas nuvens de poeira, mas teve poucas vítimas, em sua maioria crianças e velhos.
- Herculano: O relevo da região não foi piedoso com os moradores da cidade. Com cerca de 5.000 habitantes, foi completamente soterrada. Ao contrário de Pompéia, os esqueletos das vítimas foram mais preservados por causa das características da erupção. Perdeu cerca de 80% de sua população.
- Pompéia: Localizada na baía de Nápoles, foi soterrada por 6 metros de cinzas e rochas da erupção do dito cujo. As primeiras vítimas morreram atingidas por pedras ou desabamentos. A seguir, acabaram intoxicadas (mais detalhes nos oito posts anteriores).
- Estábia: Ficava a apenas 5 km do Pompéia e, a exemplo de outras cidades ao redor, foi destruída.
Todos admirando o lindo monte inerte na paisagem trazendo beleza para a região com tanta formusura", quem iria imaginar que dali estaria o fim de muitos? Pelo que li, a palavra "vulcão" nem existia, muito menos noção do perigo.
 de repente...
Está aberto a visitação:
O Parque Nacional do Vesúvio abre diariamente. No verão funciona das 9 h às 18:30 h. Entrada gratuita para crianças menores de 8 anos. Até 18 anos, 4,50 euros. Adultos, 6,50 euros. Estacionamento 2,50 euros.
Espero que tenha apreciado aqui as famosas ruínas de Pompéia e o temível Vesúvio.
Obrigada.
Deus abençoe.

Nenhum comentário: