segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Carnaval

No momento em que recebemos Jesus como nosso Único e suficiente Senhor e Salvador, declaramos  ao "mundo" que não pertencemos mais a ele. A Bíblia diz que: "Pois Ele nos resgatou do domínio das trevas e nos transportou para o Reino do seu Filho amado, em quem temos a redenção , a saber, o perdão dos pecados" (Colossenses 1.13 e 14). Significa que: Antes de Jesus, todos nós estávamos sob o "domínio das trevas", mesmo que inconscientes disso. Note que não existe "meio termo", ou pertencemos ao reino das trevas, ou ao Reino da Luz (Jesus).
Estamos em pleno carnaval "e o Brasil mais uma parou" para a festança; a gente sempre ouve falar: Carnaval, "festa da carne". Vi uma matéria na TV falando a respeito; entre outras coisas, que os namorados acabavam o namoro e voltavam na quarta-feira de cinzas etc. "Coisas de Carnaval" que rola de geração em geração... Como morei parte da minha vida em Salvador (BA), sei bem sobre esse assunto de carnaval. Fiz a vontade da carne no meio da confusão, saindo atrás do trio, ou dançando quando o trio passava.
Procurei no Google o significado via michaelis.uol.com.br - Dicionário de português on line:
"1. Folc. Período de três dias de folia que procede a quarta-feira de cinzas, durante o qual, com o afrouxamento das normas morais, se dá o irromper de recalques, por meio de danças, cantos, trejeitos, indumentária diversa da habitual etc. No Brasil aparecem após a guerra do Paraguai, como forma nova do entrudo. 2. Folguedo, orgia. 3. Mascarada
Loja em Veneza
A nossa carne (Eu) não tem nada que mereça ser celebrado. 
Antes de Cristo ser revelado a nós, todos vivíamos entre aqueles que a Bíblia chama de "mortos espirituais" fazendo a vontade da nossa carne, seguindo os seus desejos e pensamentos. 
Efésios 2.1 a 5: "Vocês estavam mortos em suas transgressões e pecados, nos quais costumavam viver, quando seguiam a presente ordem deste mundo e o príncipe do poder do ar, o espírito que agora está atuando nos que vivem em desobediência. Anteriormente, todos nós também vivíamos entre eles, satisfazendo as vontades da nossa carne, seguindo os seus desejos e pensamentos. Como os outros, éramos por natureza merecedores da ira. Todavia, Deus, que é rico em misericórdia, pelo grande amor com que nos amou, deu-nos vida com Cristo quando ainda estávamos mortos em transgressões - pela graça vocês são salvos".
Só com a revelação do Reino de Deus para entender a Bíblia, que é um Livro Vivo e "fala conosco ontem, hoje e sempre" para compreendermos muito melhor o amor de Deus e o Plano da Salvação.
"Vida espiritual, Ativar!"
Sendo assim, não podemos participar de algo que celebra nossa antiga natureza (carne), quando nossa luta diária é para vencê-la. Pertencer a Jesus implica em "crucificar" os desejos e paixões da nossa carne para vivermos os desejos de Deus.
Gálatas 5.24: Os que pertencem a Cristo Jesus crucificaram a carne, com as suas paixões e os seus desejos".
Que lindo!
Gálatas 6.8: "Quem semeia para a sua carne da carne colherá destruição; mas quem semeia para o Espírito do Espírito colherá a vida eterna".
Gente, cada um faz o que bem quiser de suas vidas, pula carnaval, bebe, dança, grita... Você é livre da maneira que quiser, mas escolha ser livre com Jesus!
Para tudo há um tempo determinado na face da terra. Eu só peço uma coisa: Dê crédito a Palavra de Deus, assim seu tempo será ilimitado!
Deus abençoe.

Nenhum comentário: