sábado, 31 de janeiro de 2015

"Musa Impassível" | Victor Brecheret | Pinacoteca do Estado de São Paulo

Em 1920, no enterro da poetisa Francisca Júlia, os futuros revolucionários da Semana de Arte Moderna que ali compareceram - Oswal de Andrade, Monotti del Picchia, Guilherme de Almeida, Martins Fontes, Paulo Setúbal, Ciro Costa (que falou à beira do túmulo) e Di Cavalcanti, entre outros, decidem homenageá-la com um mausoléu.
Estátua esculpida em mármore carrara por um dos grandes mestres do modernismo brasileiro. Inspirada no poema "Musa Impassível" de Francisca Júlia, tem 2.80 de altura e pesa 3 toneladas.
Foi redescoberta por acaso, em 1992, por Suzana Brecheret, filha do escultor, durante uma ida ao cemitério. Ao pesquisar, Sandra descobriu que foi o próprio Presidente Washington Luís quem pagou a Brecheret para fazer a estátua, num encontro em Paris.
Do Cemitério do Araçá em 2006 para a Pinacoteca com direito a restauração e exibição pública, eis a Musa Impassível, imponente e majestosa como se estivesse flutuando pelo museu.
Um luxo de estátua!
Deus abençoe.

Nenhum comentário: