domingo, 30 de novembro de 2014

Interior do Duomo | Firenze IV

"Depois do impacto visual da fachada e da cúpula, a decoração do vasto interior da catedral, com 155m de extensão por 90m de largura, é uma surpresa. A maioria de seus tesouros artísticos foi removida com o passar dos séculos de acordo com os humores da moda eclesiásticas, e muitos estão hoje espostos no Museo dell'Opera di Santa Maria del Fiore".
Via Itália - Lonely Planet - Globo Livros
Os afrescos do Juízo Final (1572-4), de Vasari, foram concluídos por Zuccari
 Glória a Deus! Jesus não está mais na cruz; ressuscitou ao terceiro dia!
"E no fim do sábado, quando já despontava o primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o sepulcro.
Houvera um grande terremoto, porque o anjo do Senhor, descendo do céu, removeu a pedra da porta e sentou-se sobre ela.
Seu aspecto era como um relâmpago, e suas vestes brancas como neve.
E os guardas, como medo deles, ficaram muito assombrados, e como mortos.
Mas o anjo, respondendo, disse às mulheres: Não tenhais medo; pois eu sei que buscai a Jesus, que foi crucificado.
Ele não está, porque ressuscitou, como havia dito. Vinde, vede o lugar onde o Senhor jazia.
Ide pois, imediatamente, e dizei aos seus discípulos que já ressuscitou dentre os mortos. E eis que Ele vai adiante de vós para a Galiléia; ali os vereis. Eis que eu vou-lo tenho dito.
E saindo elas pressurosamente do sepulcro, com temor e grande alegria, correram a anunciá-lo a seus discipulos.
E, indo elas a dar as novas aos seus discípulos, eis que Jesus lhes sai ao encontro, dizendo: Eu vos saúdo. E elas, chegando, abraçaram os seus pés, e o adoraram".
(Mateus 28.1 a 9)
Ele Vive! Jesus Vive!
A obra de mármore ao redor do altar-mor foi criada por Baccio Bandinelli, em 1555
Vitral do século 15 é de Ghiberti
O colorido e intricado piso do século 16 foi projetado em parte por Baccio d'Agnolo e Francesco da Sangallo
Vamos continuar nosso passeio!
Deus abençoe.

Duomo | Firenze III

No Centro da cidade, parado no tempo, está o Duomo de S. Maria del Fiore, com sua cúpula de telhas alaranjadas, tornou-se um dos símbolos mais famosos de Florença; é a quartas maior igreja da Europa, e até hoje o edifício mais alto da cidade.
As fotos não conseguem registrar tanta grandeza e beleza. Li que levou anos até conquistar seu aspecto definitivo. A catedral é o resultado do empenho de numerosos artistas que participaram nos trabalhos de sua construção por diversos séculos. Começou ser edificada em 1296.
A fachada neogótica foi acrescentada em 1871-87.
Entrada Principal
Com 85m o Campanário é seis metros mais baixo que a cúpula. Revestido de mármore toscano branco, verde e rosa
A subida da escadaria de 414 degraus do Campanário projetado por Giotto, é igualmente puxada.
Sua cúpula é obra prima de Filippo Brunelleschi - Li também que o domo,  finalizado em 1463, foi o maior de sua época a ser construído sem andaime. A parte externa é sustentada por uma camada interna, mais espessa, que lhe dá sustentação.
Capelas do lado Leste à direta abaixo da cúpula
O topo da cúpula proporciona vista espetacular da cidade.
"A subida é árdua (são 463 degraus de pedra), e para quem sofre de claustrofobia fica muito difícil".  Palavras de um amigo do meu marido que subiu e não aconselha para quem se sente mal. Disse que a vista é realmente magnífica.
Simplesmente incrível!
Deus abençoe.

sábado, 29 de novembro de 2014

Firenze (Florença) | Capital da Toscana II

Principal centro turístico da Toscana, é inegável que alcança um destaque especial. Às margens do Rio Arno, com suas belas pontes, foi berço do período renascentista; com um lindíssimo centro histórico, com inúmeros palácios, monumentos suntuosos, igrejas e  museus, carregados de história e charme refinado, a  cidade é considerada Patrimônio Histórico Mundial pela UNESCO. Atrai turista do mundo todo que vão admirar a beleza do lugar. A versão mais aceita é que o imperador Julio César a fundou por volta de 59 a.C., mas evidências arqueológicas sugerem a presença de uma vila anterior (por volta de 200 a.C.) erguida por etruscos de Fiesole.
A controvérsia quanto a quem fundou Florença continua. 
Escritores como Dante, Petrarca e Maquiavel contribuíram com sua herança cultural, mas foram as pinturas e esculturas de artistas como Botticceli, Michelangelo e Donatello que transformaram a cidade em uma das principais capitais artísticas do mundo.
O dia estava lindo, com sol,  meio frio, típico do outono.
A parte histórica é acessível a pé. Começamos pelo Duomo, coração do Centro Histórico. A rua em que entramos logo que chegamos na estação Santa Maria Novella nos levou diretamente para lá.
Logo de cara você vê a Catedral, o Campanário, o Batistério, e o Museo dell'Opera del Duomo.
Simplesmente incrível. Você já viu algo tão lindo que até "perdeu o ar?" Foi assim que fiquei!
Arrivederci!

De Prato para Firenze | Bate & Volta I

São apenas 20 km de uma cidade para a outra e 15 minutos de trem. 
Saímos da Estação Central - Compre o ticket 2,50 euros ida e volta, assim evita fila.
Não esqueça de validar o ticket logo que chegar na plataforma de embarque. Se você esquecer, e o fiscal pedir, tem multa.
Destino: Estação Santa Maria Novella
Daqui partem e chegam trens que cruzam a Itália vindos de Roma, Bologna, Milão, Veneza. Você pode ir a Pisa, Lucca, Carrara, Cartona...
A estação é perto do Centro Histórico
 Se eu pudesse andar de Havaianas...
Procure o Centro de Informações Turísticas - do outro lado da estação
Pegue o mapa, se informe
Hora de desvendar esse lugar de tanta história, arte, cultura e beleza!
Viva Firenze! Arrivederci...
Deus abençoe.

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Francesco Noletti | Museu Pretorio | Prato

No Palazzo Pretorio, encontro esse maravilhoso quadro; isso é que é uma verdadeira obra de arte!
Quis colocar separado porque é realmente incrível! Dando vida a tapetes orientais. Chamou minha atenção.
Do sec.. XVII -  "Natureza Morta", Francesco Noletti
Deus abençoe.

Museo Di Palazzo Pretorio | Prato

Esse museu foi uma agradável surpresa em Prato. Quando penso  no dia em que fui, me sinto feliz por ter estado nesse lugar e tido a oportunidade de contemplar tantas obras de artes incríveis.
"Vou colocar uma porção para a gente!"
Grande Exposição
Bellini, Caravaggio, Tiepolo, e os Mestres da Pintura Toscana; e Coleção Veneziana de Banca Populare di Vicenza.
De 05 de Outubro de 2014 a 06 de Janeiro de 2015, dividido em quatro seções - A partir da representação da virgem com o menino, para a representação dos textos evangélicos, a representação dos personagens mitológicos, 
Uma grande exposição de obras primas, muitos deles originalmente baseado em Prato, na Via Degli Alberti, reunindo as mais importantes obras de artes, oferecendo um amplo panorama de temas sacros e profanos da Toscana e Veneza, entre 400 e 700.
Entrada: 10 euros
O Palazzo Pretorio por si só já é lindo; exemplo de arquitetura medieval
Rebecca ed Eleazaro al Pozzo - 1626
Jacopo Vignali (Pratovecchio, Arezzo 1592 - firenze 1664)
Rebecca ed Leazaro al pozo 1627
 Giuseppe Nicola Nasini (Casteldelpiano, 1657 - Siena  1736)
Il ritrovamento di Mosè
Ultimo decennio del XVII secolo
De Giovanni Battista Vanni - Il trionfo di David 1623
Michelanchelo Merisi
Detto di Caravaggio - Coronazione di spine
1602 - 1603
"Ritratto di Isabella d'Este in guisa di flora" de Giusto Sustermans Sec. XVII
Francesco Noletti - Sec. XVII "Natureza Morta" - Dando vida aos tapetes orientais
Bernardo Daddi
Filippino Lippe
Filippino Lippe (Prato 1457/1504)
Madonna col Bambine tra i santi Stefano e Giovanni Battista (palla dell'Udienza)
Andrea della Robbia - Firenze 1435/1525
Sant'Antonio Abate e due Angeli Oranti
Dall'oratorio de Sant'Antonio Abate
Maiolica policroma
 Benedetto de Maiano (Fiesole 1442/1497) E Bottega
Madonna col Bambino e San Giovannino
De Andrea di Giusto
Zanobi Porggini - Firenze 1508/1563
  Saint'Orsola con le vergini

Lindas molduras!
Área interna 
O museu
Deus abençoe.