terça-feira, 16 de abril de 2013

Hilária Confusão...

"O que é o pânico na vida de uma pessoa"
Depois da volta de um tumultuado velório; onde o morto ficou desaparecido por três dias, onde todas as hipóteses era de assassinato, todas na casa (só mulheres e crianças), se encontravam tensas e amedrontadas.
Quando, de repente, ao fechar a casa, ouve-se uma voz... (!?)
Tomaram um susto!
O pânico foi geral, uma gritaria desgovernada. A Lara com uma das adolescente da casa, a Pri, se jogaram no chão da sala.
A Sara tentava ao mesmo tempo que gritava, "coordenar o medo", fazendo com que todas se dirigissem ao quarto principal (para se trancarem...).
O namorado da adolescente Pri, que havia se jogando no chão, batendo as pernas, esperava ao telefone, tentando discernir o que estava se passando, o motivo de tanta gritaria (?)
A outra adolescente, "Junia", gritava, chamando os vizinhos da varanda.
Enquanto isso, o único "homem", com uns 11 anos de idade, que havia chegado depois, ainda do lado de fora da casa, "armado com um cabo de vassoura", desesperadamente peguntava sobre o paradeiro do causador de tal confusão: Cadê ele? Cadê ele?
Dentro da casa os gritos continuavam loucamente até que Sara e Junia bolam um "plano de fuga" em questão de segundos onde todas pulariam da varanda para o jardim (da casa);
Na rua, o vizinho, vestido de cowboy, "bafo de cachaça", atirava para o alto do portão da casa.
E o Marcos, o "homem/menino", que falei acima, gritava do alto da casa:
Quem é esse senhor? Quem é esse Senhor?... (se referindo ao vizinho cowboy)
O filho do Vizinho, apareceu de cueca; nisso foram chegando: Viaturas da polícia, amigos, parentes, para a "caça" ao ladrão...
"Tudo isso?"
Todos pularam a varanda e correram para a rua.
De repente... Saindo da casa...
Eis que surge João Alberto Neto, enrolado num cobertor com a pergunta que solucionaria todo o caso:
O que é que foi?
A mesma feita feita dentro da residência  (ele estava dormindo no tapete da sala da lareira), o que causou tanto pânico. 
Gente, pode até não ter graça eu contando aqui, mas ri muitos dias com isso na época. Acho que só quem viveu a situação. Já pensou o desequilíbrio? hahahaha "A casa desgovernada", todos gritando, sem nem saber o porquê... rs!
Boa Noite e Deus abençoe.

2 comentários:

Ca disse...

Confusa essa história...

Donna Gatta disse...

Pois é Carol... Talvez eu não tenha conseguido me expressar kkk...
Foi para registrar somente!
Bjs.