quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Parque Buenos Aires | Higienópolis | SP

"Mini museu no coração de Higienópolis"
Av. Angélica s/n -  Tendo de um lado a Rua Piauí, do outro a Rua Alagoas, e ao fundo a Rua Bahia.
Com 25.000 m de muito verde, em 1912 a Prefeitura de São Paulo desapropriou uma área da região central da cidade, inaugurando lá, em 20 de setembro de 1913, a Praça Higienópolis - Somente em 2 de dezembro de 1987 o local foi transformado no Parque Buenos Aires, tal qual conhecemos hoje, pelo então prefeito Jânio Quadros.
Criado inicialmente como praça com intuito de preservar a vista sobre o Vale do Anhangabaú, o espaço foi projetado pelo paisagista francês Bouvard, e em sua concepção original previa uma elevação central com mirante onde foi instalado telescópio e espelho d’água que davam de frente para a Avenida Angélica.
(Não tem mais vista; a cidade cresceu, "o parque mesmo se preenche")
Av. Angélica
Entrada Principal
Logo à direita do parque tem um espaço para os cachorros brincarem
O Parque conta com esculturas de destaque, entre elas do ex-prefeito Firmiano de Moraes Pinto que foi homenageado pela Prefeitura com um busto; Inaugurado em 8 de fevereiro de 1947, nove anos após sua morte, como forma de agradecimento a sua firme atuação na prefeitura da cidade durante os difíceis dias da Revolução de 1924.
Obra do escultor Luis Marrone.
Escultura do Lago
"O Tango"
 De Roberto Vivas, artista plástico argentino radicado em São Paulo.
Esculpida em bronze e granito em 1996, foi um presente do Consulado Geral da Republica Argentina para a acidade de São Paulo, em maio de 1995.
Jardins, alamedas e gramados, com destaque para exemplares de quaresmeira, ipê-amarelo, embaúba, falsa-seringueira, pinheiro-bravo, pau-incenso, seafórtia, jequitibá-rosa, canelas, e sibipiruna...
Lasar Segall - Emigrantes
Fundição 2012, cópia original de 1934
Pardais, tico-tico, sabiás-laranjeira, sanhaços, periquitos-verdes, aves tipicamente urbanas. Também é encontrado no parque o gambá-de-orelha-preta.
 "Mãe" 
Da ideia de homenagear as mães de todo o Brasil, surgiu a escultura do italiano Caetano Fracaroli em 1965. Sua inauguração porém, aconteceria somente em 13 de maio de 1970. Na ocasião, foi depositado um pergaminho ao pé da escultura.
Para Fracaroli, a escultura deveria estar na parte baixa da praça, próxima ao espelho d’água, rodeada de grama, “como se brotasse da terra”, e não no alto da área circundada pela calçada de concreto.
"Veado lutando com três tigres"
A escultura do veado atacado registra o exato momento em que o animal está sendo abocanhado por tigres, sem poder defender-se, tombando para a morte. A obra foi executada pela empresa francesa Fonderies D’art du Val D’Osne.  Ela foi encomendada pelo paisagista francês Bouvard que em 1912.
Pic Nic na Praça
"Nascer"
De Dayse Nasser - No formato abaulado lembrando um ventre materno
Instalada em 16 de setembro de 2007
"Leão lutando com uma serpente"
A peça foi executada na França pela Fonderies D’Art du Val D'Osne, a partir de uma obra original francesa, provavelmente o Leão e a Serpente do escultor Barye, feita em 1833.
"Dom Bernardino Rivadávia"
Considerado por muitos o maior dos generais na revolução da independência argentina. O busto foi feito pelo escultor J.C. Oliva Navarro, inaugurado em 2 de setembro de 1945, quando se comemorou o centenário da morte desse estadista.
 O parque é um pedaço de verde e tranquilidade em meio a uma avenida movimentada, a  principal do bairro. Um lugar para deitar na grama, tomar um sol, fazer um lanche, levar as crianças para brincarem, distrair as ideias, tirar umas fotos, ou encontrar os amigos para simplesmente "não fazer nada!" Sentir a vida, e a alegria de poder compartilhá-la. 
Bênção não é?

Nenhum comentário: